Data: 16/08/2021 Tempo: 06min de leitura Categoria: Formação Visualizações: 255 visualizações
Por: Sesc SC

Você sabia que o mel das abelhas nativas sem ferrão é considerado um dos mais deliciosos que existe? E que essa espécie de abelha pode ser criada em casa através da meliponicultura? 

Antes restrita às áreas rurais, essa atividade ganha cada vez mais espaço nos centros urbanos com a necessidade de reconexão com a natureza e a tendência de implantar pomares e hortas em quintais e varandas, que cresceu com a pandemia.

A criação de abelhas nativas sem ferrão se destaca pelo fácil manuseio, pois podem ser manejadas sem os tradicionais equipamentos de segurança, baixo investimento e possibilidade de geração de renda. Trata-se de uma atividade prazerosa e que possibilita a colheita de mel, pólen e própolis de ótima qualidade para consumo próprio ou comercialização.

Além disso, alia a preservação ambiental, pois essas inofensivas companheiras são essenciais ao equilíbrio ecológico local, impactando positivamente a qualidade de vida nos ambientes urbanos. Estima-se que 83% das árvores brasileiras dependam da polinização delas, mas por conta do desmatamento, a população dessas abelhas foi extremamente reduzida.

Abelha Jataí – Crédito: @urbeesbrasil

Aprenda a criar essa espécie de abelha em casa

Para aprofundar os conhecimentos acerca do tema, ensinar as técnicas para criar abelhas nativas sem ferrão, com amor, respeito e segurança para os produtores, para as abelhas e para os ecossistemas, o Sesc-SC realiza a Jornada de Meliponicultura Urbana, em uma parceria com a Urbees – meliponicultura urbana. A programação acontece no final de semana de 24 a 26 de setembro, no Hotel Sesc Cacupé em Florianópolis, com protocolos de segurança sanitária e de prevenção à Covid-19, que o momento ainda exige.

A atividade é voltada para quem mora nas cidades e tem interesse de ter em casa esses insetos, para produção doméstica de mel. Além das aulas práticas e teóricas, o pacote inclui hospedagem, refeições (café da manhã, almoço, coffee breaks, jantar confraternização no sábado com música ao vivo), uma camiseta do Turismo Social do Sesc e certificado digital. Também há vagas destinadas a moradores de Florianópolis, sem hospedagem inclusa. Serão concedidas ainda duas bolsas integrais para Associações, Organizações e iniciativas sem fins lucrativos, reforçando o papel social do Sesc, como entidade comprometida com a sustentabilidade e meio ambiente.

Mais informações sobre como adquirir o pacote e valores estão disponíveis aqui

Equilíbrio dos ecossistemas 

O objetivo do curso de Meliponicultura Urbana é difundir a cultura de criação e reconexão com as abelhas nativas sem ferrão nas cidades. Ao mesmo tempo, enaltecer a importância ecológica delas no equilíbrio dos ecossistemas terrestres e no potencial transformador da sociedade.

O curso ampliará o olhar sobre diferentes espécies de abelha, os modos de criação em espaços urbanos, bem como a relevância para o desenvolvimento das culturas agrícolas por meio da polinização e manutenção da biodiversidade. Apesar de ainda pouco difundida no Brasil, essa atividade é muito significativa para a conscientização sobre o papel fundamental das abelhas na cadeia alimentar.

Prepare-se para essa jornada de aprendizado

O evento abre com o seminário “A importância das abelhas nativas e suas multifuncionalidades, valorização e proteção das meliponas: um olhar para a Ilha de Santa Catarina”. Com participação dos convidados Stefania Hofmann, da URBEES; Marcos José de Abreu, vereador Marquito; Rodrigo Durieux da Cunha, da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri); e Dylan Thomas Telles Amandio, representando o Laboratório de Entomologia Agrícola da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Os participantes vão aprender sobre a biologia das abelhas e os hotéis para abelhas solitárias; diferentes estruturas da colmeia; onde instalá-las; saúde da colônia; produtos das abelhas e seus diferentes usos; jardins melitófitos e paisagismo para as abelhas; entre outros tópicos. Também vão poder conhecer o trabalho de educação ambiental realizado no Hotel Sesc Cacupé com a criação dessas abelhas.

Colmeia de Uruçu Amarela – Crédito: @urbeesbrasil

Participantes poderão adquirir colmeias

Haverá a possibilidade de compra das colmeias de abelhas sem ferrão a preço promocional para os participantes do curso. Para tanto, é necessária a manifestação prévia de interesse até a véspera do primeiro dia de curso, pois as unidades são limitadas.

É importante ressaltar que não é possível o transporte das colmeias por avião e para o transporte rodoviário interestadual é necessária a emissão de uma Guia de Transporte Animal (GTA) de acordo com a legislação de cada Estado.

Por exemplo, em Santa Catarina, a atividade de meliponicultura é regulamentada através do Decreto n.º 178, de 22 de maio de 2015, que regulamenta a Lei n.º 16.171/2013, que dispõe sobre a criação, comércio e o transporte de abelhas sem ferrão (meliponíneas) em SC.

Colmeia Abelha sem ferrão – Crédito: @urbeesbrasil

Programação completa

SEXTA-FEIRA (24/09)

A partir de 15h:
Check-in no Hotel Sesc Cacupé, em Florianópolis.

18h às 19h:
Welcome Coffee
Cadastramento e entrega do brinde e visitação na Feirinha (parceiros).

19h às 21h:
Seminário de abertura.

Tema: “A importância das abelhas nativas e suas multifuncionalidades, valorização e proteção das meliponas: um olhar para a Ilha de Santa Catarina”.

Convidados:
– Stefania Hofmann, Eng. Sanitarista e Ambiental e Meliponicultora. Em 2019 fundou a URBEES, um projeto de meliponicultura reconhecido internacionalmente (Prêmios Latinoamérica Verde).

– Marcos José de Abreu, Eng. Agrônomo e Mestre em Agroecossistemas, atualmente Vereador do segundo Mandato na Câmara Municipal de Florianópolis, autor das Leis: Lei n.º 10757/2020 (Lei de proteção às abelhas nativas sem ferrão e estímulo à polinização urbana) e Lei n.º 10.628/2019 (Floripa zona livre de agrotóxicos).

– Rodrigo Durieux da Cunha, Eng. Agrônomo, Coordenador estadual da apicultura e meliponicultura – Epagri e Coordenador da câmara setorial de apicultura e meliponicultura de SC (CaSAMel) / representante da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri).

– Dylan Thomas Telles Amandio, representando o Laboratório de Entomologia Agrícola da Universidade Federal de Santa Catarina. Eng. Agrônomo, Mestrando em Recursos Genéticos Vegetais, Co-founder da Néctar Hidromel, com sólida experiência com manejo, conservação e bioecologia de abelhas.

SÁBADO (25/09)

8h20 às 9h:
Apresentação dos participantes.

9h às 10h30:
Biologia das abelhas e os hotéis para abelhas solitárias.
Convidado: Eng. Agrônomo Dylan Thomas Telles Amandio.

10h30 às 12h30:
Confecção de caixas atrativas/Escolha de local e instalação de iscas.
Convidada: Stefânia Hofmann (URBEES).

12h30 às 14h:
Almoço.

14h às 16h:
Transferência de ninho Jataí (PET-caixa) e apresentação das diferentes estruturas da colmeia. Ministrante: Stefânia Hofmann (URBEES).

16h às 16h20:
Coffee Break.

16h20 às 17h:
Trilha das abelhas: conhecendo o trabalho do Hotel Sesc Cacupé.
Ministrante: Renato Trivella (Hotel Sesc Cacupé).

17h às 18h:
Onde instalar sua colmeia; produtos e subprodutos das colmeias.
Ministrante: Stefânia Hofmann (URBEES).

19h às 21h:
Jantar de confraternização com música ao vivo.

DOMINGO (26/09)

9h às 10h30:
Verificando a saúde da colônia, manejos ao longo do ano; principais inimigos e como atuar. Ministrante: Stefânia Hofmann (URBEES).

11h às 12h30:
Produtos das abelhas e seus diferentes usos – boas práticas de beneficiamento.
Ministrante: Eng. Agrônomo Dylan Thomas Telles Amandio.

12h às 14h:
Almoço.

14h às 16h:
Jardins melitófitos e paisagismo para as abelhas.
Ministrante: Rodrigo Durieux da Cunha (Epagri).

16h às 17h:
Encerramento do curso.

Fonte: SESC SC

Imagens da capa: Urbees – Meliponicultura Urbana

Também pode
te interessar:

Atividades de Gastronomia integram Semana Acadêmica do Senac SC
Data: 24/09/2021 Tempo: 03min Categoria: Evento

Atividades de Gastronomia integram Semana Acadêmica do Senac SC

A Semana Acadêmica do Senac SC acontece de 27 de setembro a 01 de outubro com mais de 25 atividades gratuitas realizadas

Tendências e tecnologias em gastronomia na sala de aula
Data: 16/09/2021 Tempo: 08min Categoria: Formação

Tendências e tecnologias em gastronomia na sala de aula

Encontros entre alunos e o mercado profissional da gastronomia e alimentação buscaram  aproximar as pontas,

Senac SC participa da etapa estadual do Festival Enchefs 2021
Data: 15/09/2021 Tempo: 02min Categoria: Gastronomia

Senac SC participa da etapa estadual do Festival Enchefs 2021

O estado de Santa Catarina realizará, pela primeira vez, a etapa estadual do Festival Enchefs,  evento que indica