Data: 01/10/2018 Tempo: 03min de leitura Categoria: Cidade Criativa Visualizações: 15 visualizações
Por: Observatório da Gastronomia

Florianópolis participou do 1º Festival Internacional de Gastronomia de Gaziantep, na Turquia.

A presidente da Associação FloripAmanhã, entidade coordenadora do Grupo Gestor do Programa Cidade Criativa Unesco da Gastronomia de Florianópolis, Anita Pires, esteve no festival de gastronomia, realizado de 20 a 22 de setembro, para conhecer melhor a cultura gastronômica e tradições de Gaziantep, promover intercâmbio e participar das reuniões da Rede Mundial de Cidades Criativas da Gastronomia. O chef Gabriel Felipe de Oliveira, do Costão do Santinho, levou nossa gastronomia e apresentou uma receita de peixe com crosta de pinhão e pistache. Além de Florianópolis, participaram do festival as cidades brasileiras de Belém e Paraty.

Um dos encaminhamentos feito durante o festival é o de lançar um intercâmbio com as cidades de Ensenada, no México, Popayan, na Colômbia, Macau, na China e Denia, na Espanha. De acordo com Anita Pires funcionaria como no intercâmbio que já aconteceu com Ensenada, onde receberíamos os chefs de lá  e mandaríamos os daqui. “Vamos construir esse processo com nosso Grupo Gestor e Universidades. Percebo a grande transformação que passam os chefs, depois da maravilhosa troca de experiências com outros profissionais estrangeiros”. De acordo com a presidente da FloripAmanhã, este intercâmbio via Rede de Cidades Criativas da Unesco gera para eles uma outra visão do papel da gastronomia. “Estou levando muitas ideias para o  2º Ecriativa – Encontro Brasileiro das Cidades Criativas UNESCO, que será realizado em Florianópolis em março, durante o aniversário da cidade”.

Gastronomia, Turismo e desenvolvimento

Foram realizadas reuniões com as cidades criativas brasileiras de Belém e Paraty, que também estiveram em Gaziantep. Para Anita, o desafio é dar continuidade ao trabalho que vem sendo desenvolvido até agora e principalmente garantir um intercâmbio no Brasil entre as cidades que fazem parte da Rede de Cidades Criativas. O papel econômico da gastronomia e principalmente os destinos turísticos gastronômicos foram as principais discussões do encontro. “Esse debate levou em conta a geração de oportunidades de trabalho, de geração de riqueza, via gastronomia e via turismo. São oportunidades dessas áreas econômicas que geram desenvolvimento e principalmente empregos em diversos níveis a curto prazo”. De acordo com Anita Pires, uma das grandes recomendações da Unesco é transformar a gastronomia numa prestação de serviço profissional, além de dar prioridade para a utilização dos produtos locais. “É necessário que sejam desenvolvidas ações claras de uso dos produtos locais, no máximo 100km, a partir do destino. Isso ajuda no meio ambiente, diminui o custo dos produtos, melhora a qualidade e desenvolve uma cadeia de produtores de diversas áreas, frutas, vegetais, peixe e produtos animais”.

Ao todo 17 das 26 Cidades Criativas de Gastronomia e duas Cidades Criativas de Artesanato e Arte Popular participaram do festival, que teve como tema “Gaziantep, Cidade Turca do Pistache”. A semente é considerada o “ouro verde” local, pois Gaziantep é a maior produtora mundial. Como setembro é o mês da colheita, os participantes tiveram a oportunidade de colher e ainda participar da abertura do Museu do Pistache. As cidades participantes levaram para o festival pratos a base de pistache, principalmente doces e até café. “Tivemos experiências muito ricas do que fazem na cidade, principalmente com o pistache, usado para fazer desde sorvete, comida, doces, cosméticos e até tecido.

Durante o festival, que serviu como ponto de encontro para as Cidades Criativas da UNESCO da área de Gastronomia, foram realizaram duas reuniões para debater os resultados da Reunião Anual da Rede de Cidades Criativas, que aconteceu em junho, na Polônia, na qual a Associação FloripAmanhã representou Florianópolis. O objetivo foi atualizar o plano de atividades da Rede de Cidades Criativas e do grupo de gastronomia, um reforço da colaboração e apresentação de casos de referência.

Florianópolis foi representada com o show cooking do chef Gabriel, que deu entrevistas a jornalistas e até distribuiu autógrafos, levando a gastronomia da capital para o mundo todo. Também presenteou a prefeita de Gaziantep com o livro “Gastronomia no Costão”, que traz os conceitos e receitas trabalhadas no Costão do Santinho Resort. O próximo encontro das Cidades Criativas da UNESCO será na Cidade Criativa de Macau. O “Fórum Internacional da Gastronomia Macau 2019” está marcado para o mês de janeiro.

 

Fonte: Associação FloripAmanhã

Também pode
te interessar:

Parma lança formação em Food City Design
Data: 28/10/2020 Tempo: 01min Categoria: Formação

Parma lança formação em Food City Design

A Escola de Estudos Avançados em Alimentação e Nutrição da Universidade de Parma, em parceria com universidades de

Cultivar, Alimentar, Preservar. Juntos. Dia Mundial da Alimentação 2020
Data: 16/10/2020 Tempo: 01min Categoria: Alimentação

Cultivar, Alimentar, Preservar. Juntos. Dia Mundial da Alimentação 2020

No dia 16 de outubro é celebrado o Dia Mundial da Alimentação. Uma data instituída pela FAO (Organização das

Gastronomia integra Semana Acadêmica do Senac SC
Data: 16/10/2020 Tempo: 03min Categoria: Institucional

Gastronomia integra Semana Acadêmica do Senac SC

Semana Acadêmica do Senac SC acontece entre 19 e 23 de outubro com atividades online, gratuitas e abertas ao público,