Data: 01/06/2021 Tempo: 03min de leitura Categoria: Cadeia Produtiva Visualizações: 172 visualizações
Por: Divulgação

A partir de 1º até 30 de junho vai acontecer a 2ª Feira Virtual do Mel de Santa Catarina. Mais uma vez, por conta da pandemia e em respeito a tantas perdas, os apicultores e meliponicultores do estado optaram pelo formato virtual da feira, que até 2019 aconteceu nas ruas do Centro de Florianópolis. O formato virtual permitiu ampliar as vendas para todas as cidades de Santa Catarina e demais estados brasileiros, mostrando a qualidade do nosso mel para todo o país.

Aproximadamente 25 produtores estarão com seus produtos à venda pelo site www.faasc.com.br/feiradomel, que estará no ar dia 1º de junho. São produtores de diversas regiões de Santa Catarina oferecendo mel e derivados.

Produtos que serão comercializados:

Balas
Bolacha de mel
Bolo de mel
Cera de abelha
Extrato de própolis
Favo de mel
Mel com certificação orgânica
Mel composto
Mel de diversas floradas
Mel de melato com certificação orgânica
Mel de melato de bracatinga
Pão de Mel
Pólen
Pólen Orgânico
Própolis

A Feira é uma realização da FAASC (Federação das Associações de Apicultores e Meliponicultores de Santa Catarina), Epagri e Sebrae/SC. De acordo com o presidente da FAASC, Ivanir Cella, o objetivo é aproximar o produtor do consumidor, divulgar o potencial, a qualidade e a diversificação do produto catarinense. “Com o site estamos estabelecendo novos mecanismos de comercialização do nosso mel, buscando o desenvolvimento territorial e agregando valor aos produtos. Assim também podemos expandir a feira do mel de Santa Catarina para consumidores de todo Brasil, que vai ter acesso aos melhores méis, todos com certificação”, diz Cella.

A plataforma não é um e-commerce, ela é para aproximar o consumidor do produtor. Através dela o comprador pode escolher um fornecedor para a sua cidade e entrar em contato diretamente com ele. A venda do mel será tabelada como todos os anos, porém os demais produtos são negociados junto ao produtor, assim como o frete.

A 1ª Feira Virtual do Mel de SC, realizada no ano passado, foi um sucesso, de acordo com o chefe da Divisão de Estudos Apícolas da Epagri, Rodrigo Durieux da Cunha. “Foi um sucesso pela grande repercussão que teve o mel catarinense, que ganhou alcance nacional oportunizando a divulgação e muitos contatos comerciais aos feirantes. Durante um mês, a feira alcançou 13 mil pessoas e elevou as vendas dos expositores em 10%”, comemora Rodrigo. Devido a esse sucesso, organizadores e feirantes decidiram por manter a feira no formato virtual, mesmo quando ela já puder acontecer no formato presencial.

Preços tabelados:

Mel silvestre, de eucalipto e uva Japão

Pote de 1 kg: 30,00

Mel com certificação de orgânico e melato de bracatinga

Pote de 1 kg: 35,00

Feirantes

Alfredo Wagner – Crisomel – Alexandre Goedert

Balneário Gaivota – Apiário Rainha da Flor – Rislaine Corrêa da Silva Jovets

Campo Alegre (dois produtores) – Vila do mel – Amarildo Jacobi e João Paulo Freisleben

Chapecó (três produtores) – Quimel – Everaldo Carlos Pacheco, Roque José Hanauer e Abel Roque Maceieski

Içara – Minamel – Edivânia da Silva

Içara – Apis mellífera – Gabriel

Imbituba – Apiário Rosa de Saron – Verônica ou Amarildo de Souza

Itapiranga (seis produtores) – Mel Apita – Jurandir Düngersleber, Fernando Delavy, Rafael Bressler, Rafael Schneider, Roque Hammes e Sandro Braun.

Luzerna – Extramel – Lorenço Adolfo Kayzer

Mafra – Mel Sommer – Rubens Sommer

Porto União – Molimel – Eliane Mitzco

Quilombo- Quimel – Cris

São Bonifácio – Mel São Bonifácio – Raimar Rohling

São Bonifácio – Bolachas Blumenfeld – Valkíria

São Joaquim – Apiários Real – Jaqueline Cechinel / Proprietário Joel

Saudades – Quimel – Cleiton Rafael Knorst

Xaxim – Sulmel – José Vacir Stanga

Fonte: FAASC

Também pode
te interessar:

Observatório Indica
Data: 18/06/2021 Tempo: 05min Categoria: Atualidade

Observatório Indica

Toda semana uma seleção de conteúdo cultural, técnico e/ou científico sobre o universo da Gastronomia e

Cardapioteca – acervo de cardápios e menus como fonte de informação
Data: 15/06/2021 Tempo: 01min Categoria: Formação

Cardapioteca – acervo de cardápios e menus como fonte de informação

A Rede de Bibliotecas do Senac SC iniciou o processo de criação da Cardapioteca – um acervo de cardápios de

Festival online apresenta possibilidades de uso gastronômico da uvaia
Data: 14/06/2021 Tempo: 02min Categoria: Cidade Criativa

Festival online apresenta possibilidades de uso gastronômico da uvaia

Em comemoração ao Dia Mundial da Gastronomia Sustentável, em 18 de junho, um festival online vai trazer receitas com