Data: 20/01/2022 Tempo: 05min de leitura Categoria: Cadeia Produtiva Visualizações: 175 visualizações
Por: Observatório da Gastronomia

Acompanhados de amigos e autoridades, Vanderlei Balbinot e Elizete Balbinot receberam em 3 de dezembro de 2021, uma distinção com potencial de alavancar seu pequeno laticínio em Guaraciaba: o Selo Arte. Criado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), o selo busca valorizar formas tradicionais de produção e permitir sua venda de forma legalizada em todo território nacional, sem abrir mão, é claro, dos aspectos sanitários.

Quem concede o Selo Arte em Santa Catarina é a Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de SC (Cidasc). Este registro, voltado ao pequeno produtor, é tratado com a mesma importância que os concedidos a grandes agroindústrias. A entrega do selo foi realizada pelo presidente da Cidasc, Plinio de Castro, e por integrantes da diretoria:  Marcos Roberto Pacheco, diretor de Desenvolvimento Institucional; Junior Kunz, de Planejamento e Inovação; 

O laticínio é o primeiro empreendimento do Extremo Oeste Catarinense e o 22º do estado a receber o Selo Arte. “Somos o 4º maior produtor de leite do Brasil, embora tenhamos apenas 1% do território brasileiro”, afirmou Plinio de Castro, lembrando que Santa Catarina foi um dos primeiros estados a regulamentar a concessão do Selo Arte, que pode beneficiar as pequenas propriedades, tão características da agropecuária catarinense.

A solenidade de entrega do selo à família Balbinot contou com a presença de outros profissionais da Cidasc, como a gestora do Departamento Regional de São Miguel do Oeste, Manuela Studt da Rocha, a coordenadora regional de Pecuária, Mallu Jagnow Sereno, e o coordenador Regional do Serviço de Inspeção Estadual, Alexandre Cipriani Schwengber. 

Schwengber e a médica veterinária habilitada Fabiane Dente, responsável pelo Serviço de Inspeção Municipal de Guaraciaba, têm orientado os produtores da região e os estimulado a solicitar registro em serviços de inspeção e depois a solicitar o Selo Arte.  Nas primeiras visitas feitas pelo médico veterinário Schwengber ao laticínio Balbinot, a família pretendia certificar um queijo, mas ele constatou que outros produtos feitos pela família também atendiam ao padrão e quatro foram incluídos na lista. 

O desfecho positivo para esta família de pequenos produtores foi comemorado pelo vice-prefeito Domingos Marcon, que participou da solenidade representando a Prefeitura Municipal de Guaraciaba. Ele destacou a força da produção leiteira no município e recordou não só as primeiras vendas do queijo desta agroindústria na cidade como o trabalho da matriarca da família: “Dona Irma colocou pé direito, firme, e os filhos seguiram na mesma direção. A prefeitura está à disposição para ajudar no que for possível para que a produção cresça”, disse ele. 

O trabalho para qualificar a produção no campo é um esforço coletivo. O Sebrae e o Senar têm promovido capacitações, assim como a Epagri, empresa ligada à Secretaria de Estado da Agricultura e Pesca, assim como a Cidasc. Na solenidade, a Epagri foi representada na mesa de autoridades pelo coordenador da Assistência Técnica Rural Mateus Seganfredo.

Tradição familiar e busca por capacitação técnica

A produção do queijo é uma tradição que a senhora Irma Corso Balbinot aprendeu com a mãe e que garantiu o sustento da família quando, viúva, precisou complementar a renda para sustentar a si e aos quatro filhos. Um deles é Vanderlei Balbinot, que deu continuidade a esta atividade junto com sua esposa Elizete e contou com apoio da geração seguinte. 

A filha do casal, Aline, formou-se como Técnica em Agroindústria no Instituto Federal de Santa Catarina, e ajudou a obter o registro do empreendimento familiar nos serviços de inspeção. Uma nova estrutura física foi construída em 2010 para atender às normas sanitárias, mas a receita é basicamente a mesma que Irma Balbinot ensinou aos filhos. 

O conhecimento de Aline foi fundamental para que o sonho de colocar o queijo da família no mercado virasse realidade. “Agora podemos sonhar um pouco mais e ver nossos filhos e netos continuarem”, diz Vanderlei Balbinot. 

A agroindústria opera com trabalho apenas de familiares nas diferentes etapas do processo, desde a produção do leite até a comercialização dos queijos.  O Selo Arte foi concedido a vários produtos do laticínio de Guaraciaba: o queijo colonial, o queijo colonial fracionado, o queijo colonial temperado com orégano fracionado e o queijo colonial temperado com cebola, salsa e alho fracionado.

O selo exige um produto artesanal, que deve ser feito com predominância de matérias primas de produção própria da empresa ou de origem determinada. O processo dos ingredientes presentes deve ser feito por técnicas prioritariamente manuais, com um acompanhamento integral da produção. O objetivo é entregar um produto que preserve as tradições na fabricação e carregue as características regionais.

Instagram da Balbinot Laticínios: @queijosbalbinot

Fonte: Cidasc


Produtos Catarinenses

Explore o Mapa elaborado pelo Observatório da Gastronomia com as Indicações Geográficas e Selo Arte no estado de Santa Catarina para encontrar produtos e produtores catarinenses certificados, clique aqui.

Para saber mais

Selo Arte, Indicação de Procedência, Denominação de Origem – os selos de identificação de qualidade e origem dos produtos são ferramentas importantes na valoração de produtos tradicionais e agregação de valor. Objetivam a valorização do produto e a proteção da região e da comunidade produtora, preservam saberes e fazeres tradicionais e garantem um padrão de qualidade ao produto certificado.

Para saber mais sobre essas certificações, acesse a live que realizamos com a pesquisadora Berenice Giehl Zanetti, do IFSC, que nos explicou as diferenças entre as certificações, o panorama catarinense e os desafios dos registros (disponível em nosso canal no Youtube).

Também pode
te interessar:

Feira do Mel de Santa Catarina terá vendas online e no centro de Florianópolis
Data: 11/05/2022 Tempo: 09min Categoria: Cadeia Produtiva

Feira do Mel de Santa Catarina terá vendas online e no centro de Florianópolis

O Largo da Alfândega, em Florianópolis, vai receber 19 produtores de mel de todo o estado de Santa Catarina de 11 a 14

Inscrições abertas para Concurso Gastronômico Enchefs SC 2022
Data: 09/05/2022 Tempo: 03min Categoria: Gastronomia

Inscrições abertas para Concurso Gastronômico Enchefs SC 2022

Santa Catarina realizará, pela segunda vez, a etapa estadual do Festival Enchefs, evento que indica representantes para

Publicação reúne receitas novas e tradicionais tendo o butiá como protagonista
Data: 02/05/2022 Tempo: 02min Categoria: Cadeia Produtiva

Publicação reúne receitas novas e tradicionais tendo o butiá como protagonista

O livro “Butiá para todos os gostos”, publicado pela Embrapa Clima Temperado, reúne 141 receitas tendo o butiá