Data: 04/06/2021 Tempo: 19min de leitura Categoria: Atualidade Visualizações: 838 visualizações
Por: Nathália Bernardinetti

Abaixo estão todas as edições do #ObservatórioIndica, uma seleção de conteúdo cultural, técnico e/ou científico sobre o universo da Gastronomia e Alimentação


Seleção de 04/ novembro/ 2021

01 ASSISTIR

Cartaz divulgação

Senac Inspira

O chef Pedro Soares é o convidado do próximo episódio da série Senac Inspira, projeto do Senac SC que apresenta profissionais e empreendedores que são referência em sua área de atuação, são “histórias reais e casos de sucesso [que] mostram como a educação pode transformar a vida (e a carreira) das pessoas”. O bate-papo acontece na próxima segunda-feira, dia 08 de novembro, às 19h, via canal do YouTube do Senac SC. Além do Pedro, que atua há mais de dez anos como cozinheiro e já representou Florianópolis/SC em diversos eventos da Rede de Cidades Criativas Unesco, também estará no bate-papo deste dia Rodrigo Stüpp, criador do Guia Manezinho, projeto contemplado em 2019 no Prêmio Nacional de Turismo do Ministério do Turismo, na categoria Microempreendedor do Ano. A mediação é do professor Carlos Alberto Oliveira. 


02 LER

Capa do livro

Livro: Pensando e pesquisando a Gastronomia

Organizado por Rafael Cunha Ferro, o livro “Pensando e pesquisando a Gastronomia: trajetórias acadêmicas em um campo científico em construção” acaba de ser lançado pela Editora CRV em formato impresso (R$52,00) e digital (gratuito). A obra “reúne e possibilita a expressão de vozes, discursos e narrativas polifônicas de pesquisadores egressos da graduação em Gastronomia que desenvolvem ou desenvolveram suas formações em nível de stricto sensu (mestrado e doutorado) nas mais diversas áreas do conhecimento”. Além de estimular a pesquisa e extensão aos gastrônomos, busca inspirar novas trajetórias acadêmicas a partir dos autores que contribuíram com o livro. Obra necessária para um campo de pesquisa em formação, e imprescindível aos formandos e formados em Gastronomia.


03 PARTICIPAR

Cartaz divulgação

Inovação, gestão e gastronomia

Inovação, gestão e gastronomia são os norteadores do 4º Encontro Integrado das Faculdades Senac de Minas Gerais. As mesas redondas irão tratar da importância dos bares no setor de serviços da capital mineira, o impacto do título de Cidade Criativa da Unesco na economia dos bares de Belo Horizonte, a gestão de eventos gastronômicos e o empreendedorismo nos estabelecimentos de pequeno e médio porte, além da celebração da gastronomia mineira. O evento é online, via canal do Youtube do Senac MG, nos dias 05 e 06 de novembro. Uma aula show de Sanduíche de Barriga de porco empanada, picles de jiló, mostarda de abóbora e salsa verde com Mandiopan encerra o evento no sábado. A programação completa pode ser conferida no site do evento.


Tem indicação de conteúdo cultural, técnico e/ou científico sobre gastronomia e alimentação? Envia pra gente por e-mail (contato@observagastronomia.com.br)


Seleção de 15/outubro/21

01 PARTICIPAR

Credito: Daniel Castellano / SMCS

[Encontro Latinoamericano de Food Design]

Termina neste sábado, dia 16, o 9º Encontro Latinoamericano de Food Design. O evento começou no dia 13 de outubro, em Curitiba, com atividades presenciais e online, com caráter interdisciplinar e transdisciplinar, estabelecendo conexões entre Design e Ciência de Alimentos com outras disciplinas do conhecimento. O conceito de Food Design inclui qualquer ação que melhore a relação das pessoas com a comida, pode ser ações que referem tanto à concepção do produto ou material comestível em si quanto ao seu contexto, espaços, interfaces, experiências, sistemas, processos, práticas e territórios envolvidos com os alimentos. No site do evento é possível acessar o conteúdo de todos os dias do evento. As inscrições são gratuitas. [Foto: Daniel Castellano / SMCS – Fazenda Urbana de Curitiba]


02 ASSISTIR

Crédito: Pixabay

[Comida com história] 

A série “Comida com história” traz em seis episódios a história de produtos e produtores catarinenses. Porjeto da jornalista Leyla Spada, vai ao ar através da Rede Record, às quintas-feiras. O primeiro episódio falou sobre a bottarga, produto feito a partir das ovas da tainha e que vem ganhando cada vez mais espaço nos restaurantes e mercados nacionais. O segundo episódio apresentou o mel de nativa sem ferrão e deve ir para plataforma da emissora nos próximos dias. Os outros episódios contemplarão a farinha de pinhão, o porco, o café e o queijo artesanal. No perfil do projeto no Instagram é possível acompanhar o making of de alguns episódios.


03 LER

Crédito: Markito

[Gourmandises Catarinenses]

Lançada recentemente a segunda edição do livro Gourmandises Catarinenses, de autoria do jornalista (padeiro, cozinheiro e sommelier) João Lombardo, a obra traz, em 232 páginas, a história da formação e desenvolvimento da culinária catarinense, desde o homem do sambaqui até os dias de hoje, mostrando as influências indígenas, africanas, portuguesas, alemãs, italianas, polonesas e de tantos outros povos que migraram para estas terras na construção do que hoje chamamos de gastronomia catarinense. Mais de 60 receitas preparadas por chefs encerram esta edição. O livro pode ser adquirido diretamente na Padaria Lombardo – Pão Italiano.


Tem indicação de conteúdo cultural, técnico e/ou científico sobre gastronomia e alimentação? Envia pra gente por e-mail (contato@observagastronomia.com.br)


Seleção de 20/agosto/21

01 ACOMPANHAR

Crédito: Viviane Rocha | Artes de Pesca – Resex

[Artes de Pesca – Resex]

O Projeto “Artes de Pesca: saberes e fazeres dos pescadores tradicionais da Costeira do Pirajubaé”, vencedor do Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura 2020, com recursos estaduais através da Fundação Catarinense de Cultura,  pretende mapear e registrar os saberes e fazeres da população tradicional de pescadores na Reserva Extrativista Marinha do Pirajubaé (Resex), em Florianópolis, SC, para que sirva de memória coletiva, valorização do patrimônio cultural imaterial, da diversidade cultural e a de democratização do acesso aos saberes e fazeres desta comunidade tradicional. As ações realizadas pelas pesquisadoras podem ser acompanhadas no Blog e no perfil do projeto.


02 PARTICIPAR

[Pesquisa em Gastronomia] 

Entre os dias 16 e 18 de novembro de 2021, será realizado o 1º Simpósio de Gastronomia Ciência e Educação e o 2º Encontro de Pesquisa em Gastronomia do Brasil. O evento, em formato online, contará com mesas redondas com especialistas, além de plenárias com pesquisadores da área. O evento busca “ampliar os debates entre pesquisadores, docentes, discentes, cursos de graduação e pós-graduação, além de grupos de pesquisa que tenham a Gastronomia como área de interesse”.O prazo para a submissão de trabalhos é de 30/08/2021 a 26/09/2021, nas temáticas ‘Educação em Gastronomia’, ‘Práticas de pesquisa em Gastronomia’ e ‘Temas gerais’. O evento, com inscrições gratuitas, é realizado pelo Instituto Federal de Brasília (IFB), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), além de parceria com o Mestrado em Gastronomia da Universidade Federal do Ceará (UFC). Inscrições e informações adicionais no site do evento.


03 PARTICIPAR

[Pesquisa em Gastronomia]

O Programa de Pós-Graduação em Hospitalidade da Universidade Anhembi Morumbi (UAM), em parceria com o curso de Turismo e Hotelaria da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e o Grupo de Estudo e Pesquisas em Identidades Culturais da Gastronomia Maranhense – GPICG, realizarão, entre nos dias 31 de agosto e 1º de setembro, o “I Colóquio de Gastronomia e Hospitalidade”. O evento, gratuito e online, contará com mesas temáticas sobre patrimônio, potencial turístico, práticas, produtos gastronômicos e a pesquisa científica em gastronomia. As inscrições e programação completa podem ser acessadas no site do evento.


Tem indicação de conteúdo cultural, técnico e/ou científico sobre gastronomia e alimentação? Envia pra gente por e-mail (contato@observagastronomia.com.br)


Seleção de 30/julho/21

01 PARTICIPAR

Imagem: iStock

[Workshop de Cozinha Itinerante] 

Workshop sobre Cozinha Itinerante será ofertado neste sábado, 31 de julho, em Florianópolis (SC) de forma gratuita ao público em geral. A programação do workshop inclui orientação sobre como montar e organizar cozinhas itinerantes e indicação de diversas oportunidades de atuação, também serão abordados os passos para o processo de regularização de registros e alvarás, as questões de legislação e autorização sanitária e as perspectivas da Economia Criativa para o setor de turismo, eventos e gastronomia no município. A ação faz parte da aula inaugural do curso de Chef Mix do Instituto Gourmet de Florianópolis e conta com apoio da Associação Florianopolitana de Food Trucks, do Sebrae, da Vigilância Sanitária, da Prefeitura de Florianópolis e do Programa Florianópolis Cidade Criativa Unesco da Gastronomia. As inscrições,  gratuitas e limitadas, devem ser realizadas pelo telefone (48) 9.8844.8454. O encerramento do workshop contará ainda com uma oficina de comida de boteco.


02 FAZER

Imagem: iStock

[Ciência na Cozinha]

Projeto de Extensão do Bacharelado em Gastronomia da Universidade Federal do Ceará (UFC), abre inscrições, no dia 6 de setembro, para o Curso de Ciência da Fermentação. Serão ofertadas 30 vagas, sendo 15 para alunos regularmente matriculados na instituição e outras 15 para a comunidade em geral. O início está previsto para 30 de setembro, em formato remoto. As práticas de fermentação foram adaptadas para uma cozinha convencional com a utilização de equipamentos e ingredientes corriqueiros. O formulário para inscrição será lançado no perfil do projeto de extensão “Tem ciência na cozinha”


03 LER

Imagem: Pixabay

[Gastronomia Social]

Projeto em Blumenau oferecerá aulas práticas e teóricas sobre gastronomia e gestão para mulheres em situação de vulnerabilidade social e violência doméstica. O projeto, Crescer e Acolher, objetiva que as alunas encontrem a autonomia financeira e consigam melhorar a sua autoestima. A primeira turma iniciou na última quinta-feira e conta com 10 integrantes. O perfil do projeto no Instagram traz mais informações sobre a ação e apresenta os professores envolvidos na atividade.


Tem indicação de conteúdo cultural, técnico e/ou científico sobre gastronomia e alimentação? Envia pra gente por e-mail (contato@observagastronomia.com.br)


Seleção de 11/julho/21

01 PARTICIPAR

Imagem: istock

[Dia da Gastronomia Mineira]

Para celebrar o Dia da Gastronomia Mineira, 05 de julho, o Projeto Encontros Criativos da Gastronomia de Belo Horizonte celebra a 7ª Semana da Gastronomia Mineira entre os dias 05 de julho e 06 de agosto. A abertura, realizada na última segunda-feira, tratou sobre alimentação, sustentabilidade e desperdício zero, a transmissão pode ser conferida online. O projeto migrou para o formato híbrido – presencial e online – dada a situação de pandemia em que nos encontramos. A programação completa pode ser conferida no site do evento, que busca a valorização da história gastronômica mineira e sua cultura alimentar. As transmissões são realizadas pelo Facebook do evento. Também como forma de celebração da gastronomia mineira, a matéria reuniu 10 nomes da gastronomia local que vêm ganhando destaque – homens e mulheres de diversos segmentos e atuações. Vale conferir! Em tempo, Belo Horizonte, assim como Florianópolis, integra a Rede de Cidades Criativas Unesco da Gastronomia.


02 LER

Imagem: @lano_alto

[Apreensão de queijo artesanal] 

A produção de queijo artesanal brasileira ocupou novamente as manchetes por um episódio um tanto controverso: a destruição de 120 quilos de queijo curado, 45 litros de iogurte e 9 quilos de requeijão produzidos artesanalmente no interior paulista pelo órgão de fiscalização do referido estado. A reportagem do UOL, apresenta as ações que culminaram com a destruição da produção, comenta sobre a legislação de produção artesanal e a dificuldade em obter certificação no município onde ocorreu o evento. Vale lembrar que há um mês um produtor de queijos de Caçador, interior de Santa Catarina, teve a sua produção apreendida e chegou a ser preso por resistir à apreensão dos seus queijos – queijos estes premiados na categoria prata no 5º Prêmio Queijo Brasil. Ações como estas nos recordam de episódio durante evento musical em 2017, quando 160 quilos de queijos e linguiças artesanais foram apreendidas do seu estande e descartados por não ter o SIF – Selo de Inspeção Federal (os produtos eram oriundos de Pernambuco e seriam comercializados no Rio de Janeiro). Para responder por que ainda é tão difícil produzir, comercializar e comer queijo artesanal no país, um estudo detalha os obstáculos jurídicos que os pequenos produtores enfrentam.


03 PARTICIPAR

Imagem: Divulgação

[Seminário Alerê]

O V Colóquio de História da Alimentação e do Abastecimento na Amazônia já está com inscrições abertas. Os prazos para comunicadores enviarem seus resumos é até dia 15 de agosto. Já para participantes sem apresentação de resumos, a data final é 31 de agosto. O evento será realizado entre os dias 14 e 17 de setembro de 2021, totalmente online. A programação com as mesas redondas será lançada em breve pela organização


Tem indicação de conteúdo cultural, técnico e/ou científico sobre gastronomia e alimentação? Envia pra gente por e-mail (contato@observagastronomia.com.br)


Seleção de 27/junho/21

01 OUVIR

[PANC na mesa]

O núcleo de extensão da USP sobre alimentação saudável, o Sustentarea, lançou recentemente um e-book sobre as PANC – Plantas Alimentícias Não Convencionais. Organizado pelas pesquisadoras Ana Maria Bertolini e Gabriela Rigote, ali você encontra receitas e orientações de uso de onze PANC e referências para conhecer mais sobre o assunto. O e-book surgiu a partir do episódio #3 do podcast “Comida que Sustenta”, onde conversaram com uma nutricionista, uma farmacêutica, um pesquisador, uma chef e consumidoras de PANC, tirando dúvidas, incentivando o seu consumo, explicando a origem do termo e, principalmente, lembrando que se as PANC são novidades para algumas pessoas, fizeram parte da cultura alimentar de muita gente.


02 LER

[Dá para julgar um alimento pelo rótulo?]

A rotulagem de alimentos segue chamando a atenção no universo da alimentação. Nesta matéria da Revista Gama a discussão gira em torno do sistema idealizado pela França e que deverá ser votado no ano que vem pela União Europeia – colocando nações como a Itália, em forte resistência ao sistema. O texto lembra bem, “nenhum sistema de rotulagem alimentar é neutro, tampouco perfeito”, cabe aos consumidores a escolha final do que se coloca no prato.


03 ASSISTIR

[Cultura alimentar: abordagens e perspectivas sociais] 

Como as tradições alimentares podem contribuir com a geração de renda e o combate à fome e à desnutrição? Como o conhecimento gastronômico possibilita a valorização de insumos locais, regionais, na preparação de pratos elaborados e saborosos? Essas são as perguntas norteadoras do Webinário “Cultura Alimentar: abordagens e perspectivas sociais”, organizado pela Biblioteca Pública Estadual do Ceará (BECE), em parceria com a Escola de Gastronomia Social Ivens Dias Branco. No dia 28/06 o tema é “Diversidade Alimentar: Memórias, Patrimônios, Ancestralidades”, quando serão debatidos os diferentes sentidos e significados da alimentação e a sua relevância na dinâmica cultural de uma sociedade. Já no dia 29/06, os meios e formas de cultivo e produção dos alimentos e seus preparos nortearão a mesa “Cultura Alimentar: Histórias e Tradições”. Fechando o evento, no dia 30/06, a gastronomia social será debatida na  mesa “Gastronomia social, identidade e geração de renda” não apenas como meio de acesso ao conhecimento, mas como uma iniciativa de prover políticas públicas para garantir e valorizar aspectos da cultura alimentar, reconhecendo os saberes tradicionais e ancestrais, tornando-os instrumentos de modificações sociais no combate à fome e às disparidades econômicas.  O evento será transmitido ao vivo pelo canal do Youtube da BECE, sempre às 10h. Como parte da programação do Webinário, a Biblioteca Pública Estadual do Ceará apresentará o seu acervo com o foco em fontes e referências bibliográficas sobre a Cultura Alimentar e a Gastronomia Social.


Tem indicação de conteúdo cultural, técnico e/ou científico sobre gastronomia e alimentação? Envia pra gente por e-mail (contato@observagastronomia.com.br)


Seleção de 18/junho/21

No Dia Mundial da Gastronomia Sustentável separamos alguns eventos que celebram a data. Confira abaixo:

01 Giornata mondiale della Gastronomia Sostenibile

A programação de Parma, Cidade Criativa Unesco da Gastronomia, para celebrar a data contará com transmissões ao vivo. Ao meio dia o tema será o programa de pós-graduação em “Master FCD – Food City Design“, a conferência será em inglês. Já a segunda transmissão, às 14h, “Gastronomia Sustentável: na Itália é possível”, abordará a cadeia agroalimentar italiana, abrangendo desde experiências, produtos extraordinários e tradições redescobertas ou renovadas, a conferência será em italiano. Ambas transmissões podem ser acessadas pelo canal Città di Parma (Youtube) ou na página Laboratorio Aperto Parma (Facebook).


02 Como podemos agir?

Qual o significado dessa data? Como podemos agir em nosso dia a dia para mudanças sustentáveis na cadeia produtiva da gastronomia e alimentação? Para responder esses questionamentos a Faculdade Senac Florianópolis fará uma live com a professora Marília Vahls, que também irá preparar um creme de abóbora com uso integral do ingrediente. A transmissão será às 15h, pelo Observatório da Gastronomia (YouTube) e Faculdade Senac Florianópolis (Instagram).


03 Cadeia produtiva e usos da uvaia

Abrindo a programação da instituição para celebrar a gastronomia sustentável, o Núcleo de Estudos em Gastronomia (NEG), do IFSC, realizará o “III Seminário Gastronomia e Sustentabilidade: uvaia e suas formas de cultivo, usos e perspectivas de inserção na gastronomia”, tratando das características sensoriais do insumo, a cadeia de comércio da polpa de frutas nativas, possibilidades e desafios. A transmissão será via Google Meet, às 19h. 


Seleção de 11/junho/21

01 AGIR

[Segurança alimentar]

O Dia Mundial da Segurança dos Alimentos, celebrado no último dia 07 de junho, data estipulada pela Organização das Nações Unidas (ONU), objetiva “chamar a atenção e inspirar ações que contribuam para a prevenção, a detecção e a gestão de riscos transmitidos por alimentos, contribuindo à segurança alimentar, à saúde humana, à prosperidade econômica, à agricultura, ao acesso ao mercado, ao turismo e ao desenvolvimento sustentável.” O tema deste ano “Alimentos seguros agora para um amanhã saudável” , chama à cinco ações: garantir a segurança dos alimentos; cultivar alimentos seguros; manter a segurança dos alimentos; formar equipe para a segurança dos alimentos; e comprovar que sejam alimentos seguros (OPAS)


02 PARTICIPAR

Kombucha - Crédito: Melanie Rodriguez, por Pixabay

[Congresso Online de Alimentos e Agropecuária]

O II Congresso Online de Alimentos e Agropecuária (Conaag) do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) – Campus Barreiros será realizado entre os dias 28 e 30 de junho de 2021 apresentando como temática central “Inovações e desafios na produção de alimentos”. O evento, aberto e gratuito, conta palestras, mesas redondas e minicursos sobre produção de cerveja artesanal, elaboração de licor artesanal, kombucha, hidromel e processamento de brownie com inhame. A participação requer inscrição prévia.


03 LER

[Fome] 

Na semana do Dia Mundial da Segurança dos Alimentos reunimos conteúdos diversos que tratam da questão da fome no país. Com a pandemia do novo coronavírus, mais da metade da população brasileira se encontra em algum nível de insegurança alimentar. Os dados são do Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia do Covid-19 no Brasil, elaborado pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar (Rede Penssan). Hoje são 19 milhões de brasileiros em situação de insegurança alimentar grave. Na Grande Florianópolis e no estado de Santa Catarina há iniciativas como o Mesa Brasil Sesc SC que recebe e coleta doações e encaminha para instituições cadastradas; a Rede Somar Floripa que está com pontos de coleta de alimentos nos locais de vacinação em Florianópolis.


Seleção de 04/junho/21

01 ASSISTIR

[Manoel e a Canoa]

O documentário “Manoel e a Canoa” acompanha o mestre canoeiro Manoel Ireno Querino, que aos 91 anos segue construindo canoas de um pau só na Ilha de Santa Catarina, porção insular de Florianópolis, SC. A canoa em construção foi executada com o Garapuvu, árvore símbolo da cidade – seu corte é proibido, mas este exemplar, plantado no pátio de um colégio, precisou ser retirado. A canoa de um pau só, tecnologia herdada do povo Carijó, era utilizada para pescar e atravessar a ilha até o mercado central e realizar as trocas comerciais. O projeto foi financiado pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC) através do Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura, na categoria de Patrimônio Cultural, de 2019. Com direção e roteiro de Rodrigo de Freitas, os vídeos estarão disponíveis gratuitamente para acesso no canal da Covil Filmes até às 23h59min do dia 06 de junho. Há duas versões disponíveis, sem acessibilidade e com acessibilidade (Legendas LSE, Libras e Audiodescrição).


02 LER

[Registro da Pesca Artesanal da Tainha no Campeche]

A pesca artesanal da tainha teve início em primeiro de maio e segue até 31 de julho, período em que os cardumes migram para o litoral catarinense para reprodução. A atividade realizada no Campeche, bairro de Florianópolis, foi inscrita no Livro I, do “Registro dos Saberes” como Patrimônio Cultural de Santa Catarina em 2019. O processo de registro foi organizado em livro pelas pesquisadoras Claudia Hickenbick e Elisa Freitas Schemes. Com riquíssimas fotografias e ilustrações da prática, o livro “Registro da Pesca Artesanal da Tainha no Campeche como Patrimônio Cultural de Santa Catarina” está disponível para acesso online na seção de Publicações, do Observatório da Gastronomia.


03 PARTICIPAR

[Pesquisa sobre higiene e manipulação de alimentos] 

Se você é do setor de alimentação e atua na Grande Florianópolis, Santa Catarina, a pesquisa “Contribuições técnicas sobre higiene e manipulação de alimentos para uma gastronomia segura na Grande Florianópolis”, coordenada pela professora Elinete de Lima, do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), quer ouvir sua opinião sobre as dificuldades e barreiras para a aplicação das normas de boas práticas de higiene e manipulação dos alimentos. A participação é anônima através de um formulário online dividido em seções: higiene pessoal, recebimento e armazenamento de produtos, pré-preparo dos alimentos, preparo e distribuição de alimentos, higiene do ambiente e a situação na pandemia.


Também pode
te interessar:

Gastronomia de Florianópolis, Cidade Criativa da Unesco,  é lançada em campanha nacional
Data: 25/11/2021 Tempo: 03min Categoria: Cidade Criativa

Gastronomia de Florianópolis, Cidade Criativa da Unesco, é lançada em campanha nacional

“Saboreie Florianópolis, a 1ª Cidade Criativa Unesco da Gastronomia” é o mote da campanha que já está circulando

Prêmio Dólmã abre votação para categoria estadual – participe!
Data: 24/11/2021 Tempo: 01min Categoria: Cadeia Produtiva

Prêmio Dólmã abre votação para categoria estadual – participe!

Está aberta a votação pela internet para a escolha do representante estadual ao Prêmio Dólmã 2021, a grande

Divulgada a lista de cidades chanceladas pela Unesco em Gastronomia
Data: 08/11/2021 Tempo: 02min Categoria: Cidade Criativa

Divulgada a lista de cidades chanceladas pela Unesco em Gastronomia

Em 2021, quarenta e nove cidades aderiram à Rede de Cidades Criativas Unesco (UCCN)  em um dos sete campos criativos