Data: 10/06/2021 Tempo: 02min de leitura Categoria: Institucional Visualizações: 295 visualizações
Por: Nathália Bernardinetti

Entre os dias 24 e 28 de maio foi realizada a Oficina on-line “Desafios e Oportunidades para o Turismo Gastronômico no Brasil”. A iniciativa, inserida no projeto Prospectivas para o Turismo Gastronômico no Brasil, do Instituto Federal de Brasília (IFB) em parceria com o Ministério do Turismo (MTur),  teve como objetivo reunir insumos para o Plano de Ação do Programa Nacional de Turismo Gastronômico. 

O projeto, coordenado por Ana Paula Jacques (IFB), contou com especialistas em turismo e gastronomia das cinco macrorregiões brasileiras, divididos em seis Grupos de Trabalhos (GTs) –  Nacional, Região Sul, Região Norte, Região Sudeste, Região Nordeste e Região Centro-Oeste – que compartilharam suas opiniões e impressões sobre o turismo gastronômico no Brasil e nas macrorregiões, além de elencarem as oportunidades e iniciativas para promoção dos destinos e/ou elaboração de políticas públicas.

O encerramento da oficina foi marcado pela análise do sociólogo político e socioambiental Prof. Dr. Elimar Pinheiro do Nascimento, que acompanhou os GTs ao longo do evento. O documento pode ser acessado no site do projeto e traz um resumo dos apontamentos realizados pelos especialistas. 

Na Região Sul, em particular, a questão da qualificação profissional foi o item com mais apontamentos feitos pelos especialistas desta região. Também foram destaque nas falas a questão da sazonalidade e sustentabilidade no turismo gastronômico sulista como um todo. Entre os entraves para o desenvolvimento do turismo gastronômico na região, os especialistas apontaram a divulgação pouco atrativa, a pouca valorização do turismo gastronômico, a infraestrutura de comunicação falha e dificuldade no acesso aos produtos agroalimentares e insumos de qualidade. Quando perguntados sobre o que deveria ser feito para consolidar o turismo gastronômico, a qualificação e capacitação dos profissionais de toda a cadeia foi o item mais apontado pelos especialistas, seguido por investimentos em infraestrutura de apoio ao turismo, fortalecimento da governança local e apoio a festivais e eventos de gastronomia.

O resultado compilado de todas as macrorregiões mais o panorama nacional pode ser acessado aqui.

Entre os próximos passos do projeto está o mapeamento dos principais programas, projetos, ações e eventos relacionados ao Turismo Gastronômico no país que o MTur vem realizando de forma online desde o começo de junho – as submissões foram estendidas até o dia 18 de junho.

Na galeria abaixo é possível conferir alguns registros visuais realizados concomitantemente aos GTs, a autoria é de Revelando Ideias, a coleção completa está no site do projeto. Também é possível acessar a cerimônia de abertura do evento, que contou com relatos de iniciativas de turismo gastronômico de Portugal e do Mato Grosso do Sul.


Crédito das fotografias que ilustram a capa da notícia: Renato Soares/MTur (Flickr/MTur)

Também pode
te interessar:

Laticínio em Guaraciaba/SC recebe Selo Arte em diversos queijos artesanais
Data: 20/01/2022 Tempo: 05min Categoria: Cadeia Produtiva

Laticínio em Guaraciaba/SC recebe Selo Arte em diversos queijos artesanais

Acompanhados de amigos e autoridades, Vanderlei Balbinot e Elizete Balbinot receberam em 3 de dezembro de 2021, uma

Websérie retrata experiências e sensações das cidades criativas brasileiras
Data: 18/01/2022 Tempo: 02min Categoria: Cidade Criativa

Websérie retrata experiências e sensações das cidades criativas brasileiras

Florianópolis, Cidade Criativa Unesco da Gastronomia, será retratada na websérie junto com as demais cidades

Empresas do Ribeirão da Ilha recebem validação para depurar moluscos e mexilhões
Data: 13/01/2022 Tempo: 01min Categoria: Cadeia Produtiva

Empresas do Ribeirão da Ilha recebem validação para depurar moluscos e mexilhões

Empresas do Ribeirão da Ilha, bairro ao sul da Ilha de Santa Catarina, Florianópolis/SC, recebem a primeira validação