Data: 22/10/2018 Tempo: 02min de leitura Categoria: Cidade Criativa Visualizações: 110 visualizações
Por: Observatório da Gastronomia

Estudo sobre o uso da economia criativa em destinos turísticos, de autoria de Renato Büchelle Rodrigues, professor, pesquisador e diretor dos campi da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), na Grande Florianópolis, foi apresentado, no mês de setembro, como tese para conclusão do curso de Doutorado em Turismo e Hotelaria da Univali. O trabalho contou com o apoio da Universidade do Porto, de Portugal.

A pesquisa tinha como foco a proposição de um modelo de análise das dimensões que envolvem a economia criativa em destinos turísticos, e comparou sua aplicabilidade na cidade portuguesa de Porto e em Florianópolis. As dimensões abordavam políticas e mapas, competências e infraestrutura, empresários criativos e redes, liderança e relações culturais, plataformas de informação e governança e políticas públicas. O levantamento demonstrou que a cidade portuguesa encontra-se em estágio mais avançado na incorporação das dimensões da economia criativa. Além disso, a cidade possui 55% das iniciativas no setor privado. Em Florianópolis são 50%.

No trabalho, a incorporação da economia criativa nas políticas públicas dos destinos turísticos como estratégia de diferenciação e sensibilização para criação de novos produtos e serviços e o desenvolvimento de programas de mobilidade integrados, infraestrutura interligada, equipamentos turísticos colaborativos e sistemas de difusão do conhecimento conectadas estão relacionados com a dimensão que avalia políticas e mapas. Nela, Porto aparece melhor do que Florianópolis. No modelo criado, a Capital catarinense leva vantagem na dimensão que avalia competências e infraestrutura.

Segundo o estudo, Florianópolis destaca-se, também, nas plataformas de informação. Na dimensão de governança e políticas públicas, Porto está um pouco abaixo, mas muito próximo de Florianópolis. O pesquisador indica que, nas duas cidades, as plataformas de informação e a governança e políticas públicas consideram o uso de tecnologias otimizadas, amigáveis e com boa conectividade, que geram experiências escaláveis e de boa projeção na promoção e comunicação do destino turístico. Além disso, considera-se a integração das instituições e estruturas com objetivos comuns e voltados para a movimentação do setor econômico em elevação.

Na dimensão que considera liderança e relações culturais, Porto dispara na frente. Há um equilíbrio, no entanto, na criação de programas de redes de cooperação baseadas em desenvolvimento das habilidades e competências dos destinos, de acordo com a vocação regional de cada um, com foco na liderança, proatividade, boa governança e no acompanhamento do planejamento da imagem do destino turístico que alinha um plano de comunicação integrada e a identidade com geração de valor criativo e cultural. O campo está relacionado com a dimensão de empresários criativos e redes. Nele, as duas cidades aparecem no mesmo nível. Como destinos turísticos Porto está pouco melhor classificada do Florianópolis. Renato considera que a consolidação das cidades ocorre por meio da priorização da identidade sociocultural, respeito a geografia e ao território. Há, ainda, o aspecto psicológico da comunidade orientada para as ações da economia criativa: “Uma Indústria Criativa robusta e diversificada promove a expansão do turismo e o surgimento do turismo criativo”, indica o pesquisador.

 

Fonte: Revista News

Também pode
te interessar:

Cardapioteca – acervo de cardápios e menus como fonte de informação
Data: 15/06/2021 Tempo: 01min Categoria: Formação

Cardapioteca – acervo de cardápios e menus como fonte de informação

A Rede de Bibliotecas do Senac SC iniciou o processo de criação da Cardapioteca – um acervo de cardápios de

Festival online apresenta possibilidades de uso gastronômico da uvaia
Data: 14/06/2021 Tempo: 02min Categoria: Cidade Criativa

Festival online apresenta possibilidades de uso gastronômico da uvaia

Em comemoração ao Dia Mundial da Gastronomia Sustentável, em 18 de junho, um festival online vai trazer receitas com

Observatório Indica
Data: 11/06/2021 Tempo: 04min Categoria: Atualidade

Observatório Indica

Toda semana uma seleção de conteúdo cultural, técnico e/ou científico sobre o universo da Gastronomia e