Data: 03/03/2020 Tempo: 03min de leitura Categoria: Atualidade Visualizações: 133 visualizações
Por: Observatório da Gastronomia
Por: Nathália Bernardinetti
Analista Educacional Senac SC – Gestora do Observatório da Gastronomia

Vindima, é a celebração que marca o início da colheita da uva e início da produção de vinho. É quando a uva atinge o grau de maturação desejado para produção de determinado vinho. E é chegado esse momento na Serra Catarinense.

A 7a edição da Vindima de Altitude será entre os dias 29 de fevereiro e 29 de março na região de São Joaquim.  As vinícolas catarinenses celebram a colheita da uva recepcionando visitantes de diversas regiões do país para experiências em suas propriedades. A programação conta com eventos gastronômicos, oficinas, workshops e apresentações artísticas e culturais acompanhadas de degustações de vinhos da região.

O festival envolve os municípios de São Joaquim, Campo Belo do Sul, Videira, Urupema, Urubici, Treze Tílias e Água Doce, que ficam entre 200 e 300 km da capital, Florianópolis. São diversos estilos de produção representados em mais de 150 rótulos entre espumantes, vinho branco, rosado, tinto, vinhos doces naturais e outros.

A produção de vinhos na Serra Catarinense vem crescendo desde a década de 1990, época das primeiras colheitas. Quem nos explica mais sobre as características dos vinhos desta região é Rossela Ceni, presidenta da ABS-SC (Associação Brasileira de Sommelliers – Seção Santa Catarina).

Quais as principais características dos vinhos da Serra Catarinense?
O perfil que melhor caracteriza os vinhos da Serra Catarinense é um perfil elegante, que vem do período de maturação prolongado que a altitude oferece para o cultivo das uvas. Então, na medida que há uma maior altitude e uma temperatura mais amena, o ciclo de maturação se estende e há uma maturação fenólica – que diz respeito aos aromas, à todos os compostos, evolução do açúcar da uva – que aporta no vinho um conteúdo de elegância muito desejado no mercado.

Como você vê o mercado de vinhos catarinenses?
O mercado está evoluindo junto com o amadurecimento da própria produção. A gente tem uma produção super jovem em Santa Catarina, os primeiros vinhedos são de meados da década de 1990, as primeiras colheitas são de meados da década de 1990, então, pode-se dizer que é ainda algo tão experimental quanto bem sucedido para muitos perfis de vinho, para muitos perfis de uva. A gente pode falar que a Sauvignon Blanc se apresentou como uma verdadeira joia na nossa Serra Catarinense; as castas italianas, tanto brancas quanto tintas vêm se apresentando com um perfil muito denso, muito sólido, até com expressões melhores do que em regiões da Itália. A expansão é plena e o mercado aceita muito bem os vinhos porque são de uma elegância bem peculiar.

Qual sugestão para quem quer se iniciar na cultura vinhos?
O ingresso no mundo dos vinhos pode se dar por um viés de lazer, através de degustações, de master class, de minicursos que são ministrados tanto por instituições especializadas, como a ABS e as diversas boas casas do ramo na região, como também através de curso profissional, que é destinado tanto à pessoas que querem se aprofundar como para pessoas que querem construir uma carreira no setor. A gente tem, por exemplo, na ABS a sexta edição do curso Profissional que está com as matrículas abertas para iniciar em março, com turma prevista de 30 a 40 alunos e com sete meses de duração. Esse curso tem uma chancela de qualificação da Association de la Sommellerie Internationale, que chancela esse diploma em 57 países do mundo. É uma formação bem densa, bem complexa, mas ao mesmo tempo muito prazerosa pra quem quer entender mesmo da cultura do vinho.

 

Serviço:

O curso de Sommelier Profissional da ABS-SC começa no dia 20 de março, com encontros mensais até setembro, sempre ao sábados, possibilitando a participação de pessoas de outras cidades. Para saber mais sobre os cursos oferecidos pela ABS-SC, entre em contato por:

Site: ABS-SC

Instagram: @abs.sc

Fone: +55 48 99140-4275

 

A Vindima de Altitude é organizada pela Associação Vinhos de Altitude e Produtores Associados e tem o apoio do Sebrae/SC, Aproserra, IFSC Urupema, Boccati, prefeitura de São Joaquim e governo de Santa Catarina. Para programação completa confira:

Site: Festival Vindima de Altitude

Instagram: @vinhosdealtitude

 

 

Também pode
te interessar:

Sistemas alimentares urbanos: desafios e oportunidades
Data: 27/07/2021 Tempo: 03min Categoria: Opinião

Sistemas alimentares urbanos: desafios e oportunidades

Atualmente mais da metade da população mundial vive em áreas urbanas e até 2050 espera-se que essa fatia chegue a 75%

Mel de Melato de Bracatinga recebe Indicação Geográfica
Data: 22/07/2021 Tempo: 07min Categoria: Cadeia Produtiva

Mel de Melato de Bracatinga recebe Indicação Geográfica

Santa Catarina conquistou nesta terça-feira, 20, a Indicação Geográfica (IG) do Mel de Melato da Bracatinga na

Charcutaria de Florianópolis inova na produção de embutidos com produtos locais e orgânicos
Data: 21/07/2021 Tempo: 04min Categoria: Gastronomia

Charcutaria de Florianópolis inova na produção de embutidos com produtos locais e orgânicos

Mais famosa pelos restaurantes de frutos do mar, a rota gastronômica da Lagoa da Conceição, em Florianópolis, guarda